21 de jul de 2011

A Idade do Ouro da Ourivesaria Celta Na Irlanda


      Entre os séculos VII e IX d.C. a arte da ourivesaria praticada pelos celtas na Irlanda atingiu seu apogeu. Durante este período, os celtas elevaram o estilo La Tène (Cultura da Idade do Ferro européia, cujo nome se deve ao sítio arqueológico de La Tène, situado às margens do lago Neuchâtel, Suíça, onde uma grande quantidade de objetos e joias em metais preciosos foi descoberta em 1857) a um novo patamar. Deve-se isso, em grande parte, a um fluxo migratório de ourives e artesãos estrangeiros que introduziu novas técnicas e temas, criando um fértil e potente mix de idéias e novos designs. Assim, alguns dos mais preciosos exemplos de joias celtas foram confeccionados em terras irlandesas. Mesmo com influência estrangeira, as joias celtas irlandesas mantiveram as tradições culturais, já que os ourives e artesãos selecionaram e moldaram, ao gosto local, as idéias importadas.
     A peça de joalheria que mais traduziu a capacidade dos ourives e artesãos celtas da Irlanda foi, definitivamente, o broche. Semicirculares (o broche celta, já usado desde o século V d.C., era composto de um pino longo preso por sua cabeça a uma estrutura semelhante ao anel (penannular, que significa “quase anel”), sendo que o pino podia mover-se livremente ao redor do mesmo, já que a estrutura, na verdade, não era fechada, existindo uma lacuna entre os terminais de largura suficiente para o pino poder passar), eram peças extremamente funcionais, pois usavam um mecanismo simples e eficiente para a fixação das indumentárias usadas à época. 
    Broche Londesborough
  foto Museu Britânico

     Durante os séculos da Idade do Ouro da ourivesaria celta na Irlanda, os broches tornaram-se extremamente intricados no seu design e ricos na sua decoração, com gemas e técnicas como a gravação em metal, o niello, a esmaltação champlevé e a filigrana, formando peças de incrível beleza. Os broches Roscrea, Tara, Cashel e Londesborough são exemplos magníficos da arte da ourivesaria celta da Irlanda.    

Nenhum comentário: